Terceiro turno: Esquerda ferida jamais se dá por vencida

Foto: Reprodução

Por Fred Lima

É surreal a atuação da esquerda e dos órgãos de imprensa alinhados a essa ideologia contra o governo de Jair Bolsonaro. Ao invés de repensar o seu papel na sociedade e fazer uma autocrítica sobre os erros que cometeu, a esquerda quer buscar um terceiro turno da eleição 2018 em menos três meses de gestão do PSL.

A distorção de palavras vem sendo a arma principal, bem como a utilização do politicamente correto. Para atingir o seu objetivo, a esquerda agora flerta com o conservadorismo.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.