1995: O início da treta entre Bolsonaro e FHC

Foto: Reprodução

Por Fred Lima

Em seu livro Diários da Presidência – Volume 1, o então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) se queixou de um tal de Bolsonaro, deputado carioca, que supostamente teria ofendido Luis Carlos Bresser-Pereira, ministro da Administração e Reforma do Estado do governo tucano. Veja:

No mesmo dia houve algo desagradável. O Bresser foi profundamente ofendido por um tal de [Jair] Bolsonaro, que, segundo me dizem, foi capitão e é deputado. Isso não é aceitável. Já disse de forma muito enérgica que não posso concordar. Pedi aos líderes, na reunião que tivemos ontem no ministério, que levassem adiante o processo de cassação dele por falta de decoro, porque acho que o governo tem que reagir a esse tipo de ação.

Cardoso, Henrique Fernando. Diários da Presidência – Volume 1. Repercussões da questão cambial. Gestão da equipe econômica. Reforma administrativa: discussões iniciais. São Paulo, Companhia das Letras, 2015. Cap. 7, p. 110.

Vinte e quatro anos depois, o tal deputado se tornou presidente da República, como FHC era à época. A rivalidade entre ambos só aumentou de lá para cá, tanto que Bolsonaro não convidou o ex-presidente para a sua posse.

O tempo tem dessas coisas: o plebeu de hoje pode se tornar nobre amanhã.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.