TJDFT confirma que ex-distrital Raad Massouh foi cassado apenas por ter colocado o dedo na ferida de certos colegas

Foto: Reprodução

Por Fred Lima

Cassado em 2013 por conta de uma denúncia sobre suposto desvio de emenda parlamentar no valor de R$ 47 mil para a realização de show em Sobradinho, Raad Massouh (PTB) foi absolvido nesta quinta-feira (15) pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). O ex-parlamentar já tinha sido inocentado em 2018 pela 10ª Vara Criminal do Distrito Federal. A decisão de hoje é em decorrência da tentativa do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) de alterar a decisão na 2ª instância.

Benedito Domingos (PP), Celina Leão (PP), Bispo Renato (PR) e Julio Cesar (PRB), por exemplo, foram distritais que responderam acusações bem mais graves que a de Raad, mas não perderam seus mandatos. O motivo foi que, ao contrário do petebista, os demais mantiveram um clima cordial com os colegas, enquanto Massouh quis acabar com privilégios, contrariando interesses naquela legislatura.

Pagou o preço por ter nadado contra a corrente em uma Casa que sempre valorizou mais a camaradagem que a austeridade fiscal.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.