‘Algumas privatizações devem ocorrer, mas de forma humanizada’, defende Flávia Arruda

Por Fred Lima

Em entrevista coletiva com blogueiros de política nessa sexta-feira (30), a ex-primeira-dama do DF e deputada federal, Flávia Arruda (PL), falou sobre a proposta do GDF de privatizar a CEB Distribuidora, a CAESB e o Metrô. Segundo a parlamentar, alguns serviços prestados à população estão defasados. “Quando governador, Arruda sempre defendeu o enxugamento do Estado, não só pelo custo, mas também pela eficiência. Existem serviços que estão ultrapassados, não tem modernização e o corporativismo atrapalha bastante”, afirmou Flávia.

A deputada não se mostrou contrária ao projeto de privatização do atual governo, porém, revelou preocupação com os servidores das empresas que estão na lista. “O governador Ibaneis Rocha (MDB) tem feito um trabalho voltado para as privatizações. Eu me preocupo bastante com os servidores. Como ficará a situação desses trabalhadores, que se dedicam bastante em servir a população?”, indagou.

“Temos de pensar em alguma maneira de desestatizar empresas deficitárias, mas de forma muito cuidadosa e humanizada com os servidores. Tem órgãos que não dão mais para serem geridos pelo Estado”, concluiu.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.