NAS ENTRELINHAS: Ibaneis corrige injustiça do ‘socialista’ Rollemberg

Por Fred Lima

As refeições nos restaurantes comunitários do Distrito Federal voltarão a ser de R$ 1 a partir de segunda-feira (30/9). A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (27) pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) durante a solenidade que deu ao restaurante comunitário de Samambaia o nome do ex-governador Joaquim Roriz.

“A partir de segunda-feira o preço em todos os restaurantes será de R$1. Também já determinei ao secretário [de Desenvolvimento Social, Ricardo Guterres] que retorne com o programa de Pão e Leite, a começar pelos restaurantes comunitários”, afirmou Ibaneis Rocha.

A medida corrige uma injustiça cometida contra a população de baixa renda feita pelo governo do Partido Socialista Brasíleiro (PSB). Em outubro de 2015, o então governador Rodrigo Rollemberg tinha determinado que os restaurantes comunitários cobrassem R$ 3. Em maio do ano seguinte, o preço tinha caído para R$ 2, mas os usuários continuaram criticando o aumento.

Os restaurantes comunitários e as bolsas de distribuição de renda são políticas de Estado, não de governo. O que o governo Rollemberg fez foi intervir no valor de um programa que não deveria ser alterado, independentemente de crise ou não.  

Na capital, os partidos de esquerda (PT e PSB) que passaram pelo Buriti penalizaram mais a classe E que aqueles que se dizem de centro ou de direita. Não é à toa que Rollemberg só foi o mais votado nas zonais da Asa Sul e da Asa Norte na eleição de 2018.

Ironias do destino.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.