FIM DA BUROCRACIA: A gestão de Paulo Henrique Costa à frente do BRB

Por Fred Lima

Em entrevista concedida a blogueiros de política na última sexta-feira (4), o presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa, falou sobre os projetos implementados por sua gestão desde que assumiu a instituição. Um dos destaques é a diminuição da burocracia. “Qualquer servidor que for a uma agência do BRB para contratar uma operação de crédito imobiliário de alguma construtora que possui convênio com o banco, não precisa mais fornecer nenhum documento. O cidadão pode apresentar apenas a proposta de compra e venda, e o negócio será fechado”, assegurou o presidente, ao se referir ao programa de crédito imobiliário.

“A nossa estratégia é obter um maior relacionamento e engajamento com os nossos clientes, oferecendo a todos uma infinidade de bons serviços por meio de um banco digital completo e com dois grandes diferenciais: temos um portfólio de serviços completos que podem ser contratados online e um conjunto de serviços do governo que outros bancos digitais não oferecem”, concluiu.

Sobre Paulo Henrique Costa

Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, o presidente do BRB exerceu diversas posições gerenciais no conglomerado Caixa Econômica Federal entre 2001 e 2018, entre elas as de Diretor Executivo de Controladoria, Diretor de Administração, Finanças e Relações com Investidores na Caixa Seguridade, Superintendente Nacional de Administração de Risco Corporativo e Gerente Nacional de Risco e Modelagem.

Durante os anos de 2011 a 2013, Costa foi também Diretor de Controladoria e Compliance do Banco Panamericano.

Paulo Henrique Costa era vice-presidente de Clientes, Negócios e Transformação Digital da Caixa Econômica Federal, função da qual se desligou para assumir a presidência do BRB.

Da Redação

1 thought on “FIM DA BUROCRACIA: A gestão de Paulo Henrique Costa à frente do BRB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.