NAS ENTRELINHAS: Se Huck é estagiário à presidência, Ciro é office-boy do lulopetismo

Por Fred Lima

Em entrevista à Folha de São Paulo, o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), terceiro colocado na eleição de 2018 ao Palácio do Planalto, afirmou que o apresentador Luciano Huck não tem experiência no âmbito público ou na atividade política. “Você passa numa esquina e vê ali aqueles meninos fazendo malabares, jogando coisas, engolindo fogo. Eu acho aquilo admirável. Mas você entregaria seu filho com apendicite para um malabarista genial fazer a cirurgia dele? Essa é a pergunta que nós temos que fazer. Qual é a credencial? Não é do Luciano Huck. Pelo amor de Deus, chega de mandar estagiário para a Presidência da República”, disse.

Ciro tem amnésia política e tenta se distanciar do PT, mas o eleitorado não o perdoa por ter abdicado de disputar a presidência em três ocasiões para favorecer o partido de Lula. De 2003 a 2014, o pedetista atuou como office-boy do lulopetismo, apoiando a reeleição de Lula e os dois pleitos que elegeram Dilma Rousseff. Hoje, o ex-ministro da Integração Nacional se volta contra a ex-presidente. “A Dilma é tão fraca, tão inexperiente, e o lulopetismo não assume responsabilidade nenhuma de ter imposto ao Brasil, pela popularidade extraordinária e merecida do Lula, uma inexperta”, afirmou à Folha.

Agora, veja o que Ciro disse sobre Dilma na convenção do Pros em 2014, quando a sigla apoiou a reeleição da então presidente: “Achamos que o Brasil em suas mãos será capaz de conhecer uma nova e profunda geração de mudanças. […] Queremos discutir novo padrão de segurança pública, educação. Quem tem autoridade e moral para chamar ao Brasil novas mudanças, chama-se Dilma Rousseff”, garantiu.

Ciro Gomes perdeu a credibilidade ao se manter fiel ao PT, inclusive após a descoberta do mensalão e do petrolão. Avalista do lulopetismo, desde o ano passado age como comentarista, como se não tivesse responsabilidade pelo que aconteceu com o país.

O ostracismo político é a sua recompensa.  

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.