Bolsonaro nomeia André Mendonça para a Justiça

Por Fred Lima

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) escolheu nessa segunda-feira (27) o advogado-geral da União, André Mendonça, como o novo ministro da Justiça e Segurança Pública, em substituição a Sérgio Moro, que pediu demissão na última sexta-feira (24) após exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, considerado seu braço direito na pasta.

Perfil do ministro

André Luiz de Almeida Mendonça tem 47 anos, 20 deles como advogado da União, e frequenta a Igreja Presbiteriana Esperança de Brasília — que adota uma linha mais progressista dentro do meio evangélico e evita a abordagem de temas político-partidários em cultos.

No ano passado, Mendonça ganhou destaque na imprensa depois que o presidente cogitou a indicação de seu nome ao Supremo Tribunal Federal, se referindo a ele como “terrivelmente evangélico”.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.