Foto: Reprodução

PF investiga fraude no Auxílio Emergencial

Por Gabriela Gallo

Nesta quinta-feira (10), a Polícia Federal (PF) realizou a operação Segunda Parcela, que tem como objetivo combater fraudes no recebimento do Auxílio Emergencial. Aproximadamente 152 policiais participam da operação que investiga 14 estados. A Justiça determinou o bloqueio de R$ 650 mil em diversas contas que receberam benefícios fraudados.

A PF busca identificar a tentativa de cadastramento indevido e reconhecer a participação de organizações criminosas envolvidas. A operação já evitou um prejuízo de aproximadamente R$ 2,3 bilhões,  bloqueando e cancelando o pedido de 3,82 milhões de fraudes.

A Operação é realizada por meio de uma parceira entre a PF, a Caixa Econômica Federal, o Ministério Público Federal, o Tribunal de Contas da União (TCU), a Receita Federal, o Ministério da Cidadania e a Controladoria-Geral da União (CGU). Os agentes realizaram uma coletiva na Superintendência Regional da PF (São Paulo).

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.