Foto: Reprodução

‘Entrego a chave para o Supremo ou falo que não vou cumprir’, diz Bolsonaro sobre marco temporal ser aprovado

Por Sabrina Santos

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta segunda-feira (25), em evento de tecnologia voltado ao agronegócio, a Agrishow, que acontece em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, que pode descumprir a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito da demarcação de terras indígenas, caso o novo marco temporal seja aprovado pela Corte.

Além disso, o chefe do Executivo sugeriu, em tom irônico, que os ministros do STF disputem a Presidência da República para, assim, poder governar o país. O novo marco temporal permitiria que povos indígenas que não ocupavam suas terras antes da promulgação de 1988 reivindiquem a demarcação.

Vocês sabem que, dentro do Supremo, tem uma ação que está sendo levada adiante pelo ministro (Edson) Fachin querendo um novo marco temporal (de demarcação de terras indígenas). Se ele conseguir vitória, restam duas coisas: entregar a chave para o Supremo ou falar que não vou cumprir. Eu não tenho alternativa. O que nós queremos dos Poderes no Brasil? É que olhem para o Brasil e não olhem para o poder. Cada um, de cada Poder, se quiser disputar a Presidência, está aberto. Tem vaga aí, vários partidos oferecendo vaga. Quem sabe essa pessoa seja a terceira via e vai negociar na base da paz e amor com o mundo todo.

Jair Bolsonaro, presidente da República

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.