Foto: Sérgio Lima

MEC: Moraes pede para PGR se manifestar sobre suposta interferência de Bolsonaro na PF

Por Sabrina Santos

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Polícia Federal durante as investigações sobre o esquema de corrupção no Ministério da Educação (MEC).

Na última quarta-feira (22), o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e pastores denunciados foram presos. Um dia depois, eles foram soltos, por decisão da Justiça. Em conversas telefônicas interceptadas pela PF, no âmbito da operação que prendeu Ribeiro, o ex-ministro e sua esposa indica que o presidente o alertou sobre o eventual mandado de busca e apreensão.

Além disso, na conversa, Ribeiro também fala da possibilidade de ser alvo de busca e apreensão, como de fato foi, dias depois. A decisão de Moraes é praxe nesse tipo de caso. Cabe à PGR decidir se há elementos para abrir uma investigação formal contra Bolsonaro.

Da Redação

Sabrina Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.