A hora de ajustar os ponteiros na política do DF

Foto: Reprodução

Por Fred Lima

Julho é um mês de recesso na Câmara Legislativa do DF. É o tempo em que o Palácio do Buriti aproveita para traçar a estratégia política e de gestão do segundo semestre. Mesmo com o recesso parlamentar, as articulações permanecem ocorrendo a todo vapor nos bastidores.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) deve realizar a reforma do secretariado até dezembro. Com isso, nomes que estão com o desempenho insatisfatório deixarão o governo.

Alguns secretários balançam no cargo, enquanto outros se fortalecem, como por exemplo, o de Valter Casemiro, secretário de Transportes. Valter foi importado do governo federal e era um ponto de interrogação no início da gestão emedebista, mas seu perfil técnico e privatista tem agradado o governador.

Na CLDF, certos deputados de primeiro mandato tiveram atuação pífia no semestre passado. Se não se movimentarem, seus trabalhos vão encerrar no dia 31/12/2022, sem a mínima chance de reeleição. Já dois nomes antigos estão sob suspeita: Agaciel Maia (PR) e Robério Negreiros (PSD). Resta agora o Ministério Público e a Polícia Civil do DF concluírem as investigações que estão em vigor para sabermos o desfecho de toda a trama.

De janeiro a junho assistimos a atuação dos novos mandatários dos Poderes Executivo e Legislativo, incluindo os acertos e erros. É natural que as dificuldades apareçam em período de crises econômica e política, especialmente em se tratando do governo.

Ainda é cedo para darmos uma nota, mas até dezembro os eleitos em 2018 terão escrito o primeiro capítulo de seus mandatos.

Vamos aguardar…

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.