NAS ENTRELINHAS: Gestão compartilhada no DF: Bolsonaro tem razão

Por Fred Lima

O conselho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao governador Ibaneis Rocha (MDB) sobre a gestão compartilhada com a Polícia Militar nas escolas do DF não tem nada demais. Impor a gestão sem consulta prévia não se trata de ditadura escolar.

A legislação não obriga o Governo do Distrito Federal a ouvir a opinião de pais, alunos e docentes, pois diz respeito a um plano conjunto entre as secretarias de Educação e Segurança Pública para a área educacional, somente. A Lei de Gestão Democrática é outra coisa.

O governador da capital optou pela consulta para que não houvesse resistência de claques organizadas, como o Sinpro/DF. Entretanto, independentemente do modus operandi, a oposição à proposta é notável por parte daqueles que pensam que ainda estamos na era do PT, tanto no Planalto quanto no Buriti.

Ibaneis já provou que é capaz de tomar medidas que desagradam corporativistas que só pensam em seus próprios umbigos.  

A gestão compartilhada é a tábua de salvação contra a violência e a marginalização que ocorrem nos corredores das escolas do DF.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.