13° do Bolsa Família e aumento do salário mínimo frustram os planos de Lula

Por Fred Lima

Com a economia em linha ascendente, a estratégia do PT de desidratar o governo Jair Bolsonaro nas eleições 2020 pode ir por água abaixo. A ideia de Lula e companhia era colar a pecha de que a atual administração fosse elitista, como fez com o PSDB no passado. No entanto, com o maior investimento da história do Bolsa Família por meio do 13° em dezembro passado, além do reajuste do salário mínimo acima do previsto, as críticas da esquerda não surtirão o efeito esperado.

No campo ideológico, o PT deve continuar atacando os posicionamentos do presidente quanto à política externa e ambiental, mas o maior interesse da população sempre foi a economia e o social.

Se o governo estivesse mal nesses setores, as ondas seriam favoráveis para a legenda de Lula voltar a ganhar terreno nas principais capitais do país, obtendo musculatura para o pleito de 2022.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.