Os R$ 2 milhões na sede do PT

Por Fred Lima

O empresário Alexandre Andrade Suarez afirmou em delação premiada que foi entregue R$ 2 milhões na sede do PT em São Paulo. O então tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, foi o receptor da propina. De acordo com o depoimento, o dinheiro envolvia a construção da Torre Pituba, sede da Petrobras em Salvador (BA).

Por meio de nota, a legenda classificou a delação do empresário como “fantasiosa” e “sem provas”.

Da Redação/Com informações do G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.