Foto: Reprodução

O resgate da credibilidade institucional do BRB

Por Fred Lima

Antes de Paulo Henrique Costa assumir a presidência do Banco de Brasília, a instituição financeira constava sempre nas páginas policiais da mídia devido sucessivos escândalos de corrupção.  

Com a chegada de Ibaneis Rocha ao Palácio do Buriti, Paulo Henrique foi encarregado pelo governador de resgatar a credibilidade do BRB. Das páginas policiais, o banco, agora, figura nas principais editorias de economia da imprensa, não apenas a brasiliense, mas de todo o país, bem como, também, a de esportes.

O contrato com o Flamengo foi o ponta pé inicial do projeto de ampliar a imagem da instituição nacionalmente, tornando-a conhecida. Além disso, durante a gestão de PH, o valor de mercado cresceu 500%, passando a valer R$ 7,277 bilhões. Em 2019, o valor era de R$ 1,2 bilhão.

De um banco regional, desacreditado por conta de denúncias, hoje, o BRB é um exemplo de instituição que pode superar as dificuldades por meio de uma gestão inovadora e audaciosa, que se baseia na ética e no comprometimento de seu corpo técnico.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.