Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

‘Plenário deveria discutir o assunto, não politizar’, diz Lira sobre Câmara rejeitar urgência para projeto das fake news

Por Sabrina Santos

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta quarta-feira (6) que os parlamentares devem discutir os termos do projeto que busca impedir as fake news, não iniciar um debate político-eleitoral no plenário. Além disso, Lira ressaltou que o assunto é sério, pois pode influenciar a vida de todo mundo, inclusive, nas eleições.

O parlamentar fez a declaração ao Plenário após o início de um bate-boca entre um deputado do PT e do PSDB logo no início da discussão do requerimento de urgência ao projeto. Lira reforçou que a “urgência poderia permitir um debate sobre um assunto que todo mundo reclama”, que é a interferência do Poder Judiciário na vida de cada um ou nos excessos das fake news.

Esse Plenário deveria discutir o assunto, não politizar o assunto. Esse é um assunto sério que vai influenciar para o bem ou para o mal a vida de todo mundo. Se nós não politizarmos esse assunto, a gente pode produzir ou não – com a vontade do Plenário – a urgência e a votação. Isso é da democracia. O ruim é se essa discussão ficar no nível das primeiras orientações. Então a gente deixa para lá esse assunto, não vamos nos desgastar com ele, e vamos deixar que as coisas caminhem do jeito que puder nas eleições.

Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.