Frejat: sem mandato, mas honrado

Foto: Reprodução

Por Fred Lima

“Não vou vender a alma ao diabo para ser governador”, disse na época o então pré-candidato ao Palácio do Buriti, Jofran Frejat (PR), líder disparado nas pesquisas de intenção de voto. O ex-secretário de Saúde se referia a acordos espúrios que estavam sendo feitos nos bastidores da campanha, o que até hoje não ficou bem claro.

Frejat é um político antigo na cidade, mas não quis beijar a mão da senhora velha política. Ao contrário, segundo ele, estaria jogando a sua biografia na “lata de lixo da história”. Em conversas reservadas, o médico sempre alertava: “Eles (políticos) não aprendem. O país nessa crise ética e práticas antigas persistindo na política local”.

Hoje, aos 82 anos, o ex-deputado federal se aposentou das eleições e não viu se concretizar o sonho de se tornar governador, porém, pode dormir tranquilo com a cabeça encostada no travesseiro por não ter sujado a sua trajetória ilibada.

O jornalista e escritor Caio Fernando Abreu deve servir de inspiração para Jofran Frejat: “Está certo que o sonho acabou, mas também não precisa virar pesadelo, não é?”.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.