Foto: Reprodução

Ping Pong com a deputada federal Celina Leão

Por Amanda Escorsin

Em seu primeiro mandato como deputada federal, Celina Leão (PP-DF) assumiu a Secretaria de Esporte e Lazer em 2020, no lugar de Leandro Cruz, em plena pandemia.

Em conversa com o Lupa Política, a parlamentar acredita que o esporte caminha em conjunto com a saúde. Segundo ela, assumir a Secretaria de Esporte foi um desafio duplo. Confira:

A senhora assumiu a Secretaria de Esporte no meio de 2020. Como foi a experiência no Executivo?

Assumi a Secretaria de Esportes em meio à pandemia. Foi um desafio muito grande devido a área esportiva estar fechada. Porém, com os cuidados e protocolos necessários nós reabrimos as entidades esportivas no Distrito Federal. Foi um dos maiores desafio que já assumi. É uma dupla responsabilidade lidar com a saúde das pessoas. Nós entendemos que esporte é saúde. A retomada das atividades era uma meta na secretaria. Conseguimos.

Quais os principais projetos que implementou na pasta?

Um dos projetos é o “Voluntário Especial do Esporte”, que estamos inaugurando agora. Pretendemos auxiliar com uma ajuda de custo de R$ 800 para quem tem programas e executa projetos nas cidades de forma gratuita. A Secretaria de Esporte vai atuar nisso. Nós temos também um programa de distribuição de materiais esportivos para todas as regiões administrativas. Abrimos também o edital para entidades que fazem esses trabalhos sociais, como o Mutirão da Reforma, no qual visa em reformar os equipamentos esportivos. Desenvolvemos muitos programas e a expetativa é que em 2021 tenhamos mais.

Será candidata à Câmara dos Deputados novamente ou pretende disputar outro cargo?

Não, 2022 ainda está distante. Meu plano principal é ser candidata à reeleição, ou seja, deputada federal novamente.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.