Foto: Reprodução

‘Não há embasamento para impeachment de Bolsonaro’, afirma presidente da CLDF e do MDB-DF

Por Fred Lima

Em 2019, a Câmara Legislativa do DF publicou duas notas de repúdio contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como a piada sobre a aparência física da primeira-dama francesa, Brigitte Macron. Por se tratar de uma Casa distrital, alguns enxergaram no ato uma intromissão do Legislativo local em assuntos federais e externos.

Presidente da Câmara e do MDB-DF, Rafael Prudente reforçou o papel suprapartidário da CLDF e o posicionamento de sua legenda na capital com relação ao governo federal.

O MDB sempre foi um partido com posições firmes, que colaborou com a gestão de todos os presidentes desde a redemocratização. O nosso perfil é de colaboração. Todos os governadores do DF precisaram ter uma aproximação com o presidente da República. Há necessidade de convergência entre um ente federal e local. Por este motivo, as conversas têm fluído bem entre o governador Ibaneis e o presidente Bolsonaro. No âmbito partidário, existem conversas do MDB nacional para participar do governo Bolsonaro. O que não pode ocorrer é outro processo de impeachment, que faria o país parar novamente. Qual empresário vai querer investir no Brasil com um impedimento atrás do outro? Não há embasamento para impeachment, concluiu.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.