PCDF prende mulher que fraudava para receber precatórios

A Polícia Civil do DF, por intermédio da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes – Corf, prendeu uma mulher, de 31 anos, em flagrante, no momento em que ela iria receber R$ 350 mil, oriundos de uma negociação fraudulenta de direitos creditórios referentes a precatórios. A prisão ocorreu na terça-feira (22), no Setor de Rádio e TV Sul. 

Conforme apurado, C.A.L. se identificou como R.P.C.B, que é parte de uma ação que tramita na 1ª Vara de Palmas/TO e que tem direito a receber determinada quantia do Incra, a título de precatórios, em razão de desapropriação por interesse social para reforma agrária.

Com esses artifícios ardilosos, na segunda-feira (21), C.A.L. vendeu para a vítima, G.M.V., residente no Rio de Janeiro, parte desse pretenso direito creditório e recebeu em uma conta bancária, aberta com documentos fabricados, o valor total do negócio. Os R$ 350 mil ficaram disponíveis para C.A.L e, quando ela realizava transferências da quantia para outras contas bancárias, foi capturada pela Polícia Civil do DF.

As investigações iniciais apontam que há um grupo criminoso que vende créditos consubstanciados em precatórios judiciais, como se deles fossem detentores. As informações são da PCDF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.